O que você precisa saber para não passar vergonha fumando charutos

Vivamus sit amet metus sem imperdiet
6 de May de 2014
A Arte de Degustar um Charuto
8 de May de 2014

O que você precisa saber para não passar vergonha fumando charutos

9 Dicas Essenciais para você que quer degustar e saborear um bom charuto, sozinho ou com amigos.



1. QUANTO TEMPO VOCÊ TEM PARA DEGUSTAR SEU CHARUTO?
Essa é a primeira pergunta que você deve fazer. Não se apaga um charuto e guarda para o dia seguinte, então pedir um que leve 1h30 para ser degustado e ter apenas 20 minutos para fazê-lo pode ser um grande desperdício.

Se você for iniciante, não se empolgue. Escolha charutos suaves de 25 a 30 minutos de duração. Talvez você nem aguente fumá-lo por tanto tempo – e, nesse caso, pare. Degustar um bom charuto deve ser um ato prazeroso, então não se obrigue a terminá-lo só porque sim.

2. CHARUTOS FINOS NÃO SÃO, NECESSARIAMENTE, MAIS FÁCEIS DE FUMAR
charutos

Pelo contrário. Nos charutos finos a nicotina e o sabor se concentram na ponta, o que os torna muito densos. Prefira os curtos e grossos. Eles se acomodam melhor na boca e a combustão se dá de uma forma mais uniforme.

Há nomes para os tipos de calibres do charuto, então se quiser parecer um bom entendedor, procure saber qual o seu preferido. Para experimentar um curto e grosso, como recomendamos, um robusto vai muito bem.

3. JULGUE O CHARUTO PELA CAPA
A capa é a folha que envolve o charuto e diz muito sobre sua qualidade. Mesmo os melhores do mundo podem ter sido mal enrolados, por isso observe sua aparência antes de levá-lo para casa. Veja se a capa tem brilho e parece uniforme, sem falhas. A cor não quer dizer nada a respeito da potência do charuto, então não se guie por isso.

4. DOMINE A ARTE DO CORTE
Antes de acender, é preciso cortar o charuto na extremidade oposta. Há quem prefira fazer um furo, mas um corte reto e uniforme é mais seguro e proporciona um fluxo melhor de fumaça. Use uma guilhotina ou tesoura apropriada e cuidado com a altura do charuto onde você vai realizar o corte.

Todo charuto tem uma linha próxima à ponta que deve ser cortada. Não a ultrapasse, porque você pode acabar desmontando a capa. E, por favor, jamais corte um charuto usando os dentes.

5. NÃO CHEGUE NEM PERTO DE UM CHARUTO COM UM ISQUEIRO CONVENCIONAL
O fluido dos isqueiros convencionais altera o sabor do charuto e pode levar a um infarto os apreciadores mais apaixonados. Por isso, a não ser que o seu seja à base de butano, prefira acendê-lo com uma chama inodora. O ideal é usar as lâminas de cedro que normalmente separam os charutos nas caixas, mas fósforos de madeira longa também são adequados.

Comece aproximando a chama do charuto, sem encostar diretamente na ponta, e gire-o para que toda a circunferência queime uniformemente. Só então dê a primeira puxada e continue com a chama próxima da ponta para terminar de acendê-lo.

6. NUNCA TRAGUE UM CHARUTO
Apenas puxe a fumaça e deixe-a na boca por alguns segundos antes de soltá-la. A concentração de nicotina das folhas de tabaco que compõem um charuto é muito mais alta que a presente em um cigarro. Tragar sua fumaça faz muito mal para o pulmão, podendo causar tontura, enjôo, desmaio e, provavelmente, uma ressaca das piores que você já teve.

7. DEIXE QUE AS CINZAS CAIAM SOZINHAS
charutos

Bater as cinzas é para cigarros. As cinzas de um charuto caem sozinhas. Elas são, inclusive, um importante indicativo da qualidade do que você fuma. Se são firmes, significa que o charuto foi bem enrolado. Por isso, deixe que elas caiam sozinhas e jamais apague um charuto amassando-o contra o cinzeiro. Simplesmente o apoie para que ele “morra com dignidade”.

8. A HARMONIZAÇÃO FAZ TODA A DIFERENÇA
Assim como vinhos, o sabor de um charuto é muito influenciado pelos outros elementos que são consumidos com ele. A regra básica é: se o charuto é forte, todo o resto deve ser também. Isso se aplica a chocolate, café e bebidas alcoólicas. Quanto a essas últimas, prefira as que, de alguma forma, tiveram contato com madeira. Os aromas têm pontos em comum que funcionam muito bem juntos.

9. NÃO SEJA COMO WINSTON CHURCHILL
Embora não se trague a fumaça, fumar charutos ainda pode causar efeitos colaterais sérios. Então, tenha bom senso.

charutos

Se quiser se inspirar no ex-primeiro ministro da Inglaterra, inspire-se em sua determinação e capacidade de liderança, mas não no seu vício. Churchill fumava de 8 a 10 charutos por dia, o que, convenhamos, ultrapassa o limite do exagero. Reserve a atividade para momentos especiais.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *